HALLOWEEN–  UMA BRINCADEIRA NADA INOCENTE

HALLOWEEN– UMA BRINCADEIRA NADA INOCENTE

Halloween, uma brincadeira “nada“ inocente, pelo contrário, um evento  maligno e perigoso. Aqui, tudo que você precisa saber: Clique para ver mais.

Compartilhe com quem você ama!

Nunca foi tão necessário  o amor e a ministração dos  pais e avós aos corações de seus filhos.

O Dia de Halloween (ou dia das bruxas) está chegando, agora, no dia 31 de outubro!

Seu público alvo são as crianças, adolescentes e jovens, e através de seus símbolos,  vemos  que “de brincadeira “ e “de festa”, esse dia não tem nada. E, principalmente, quando se trata de crianças inocentes e indefesas, nossa responsabilidade aumenta e muito.

Literalmente é o império das trevas, tentando penetrar  no Império  da Luz.

Sutilmente, ele avança, existem até macacões próprios para bebês inocentes...

Halloween quebra princípios bíblicos como a volta dos mortos (onde Jesus ensina em Lc 16: 19 -31 que os mortos não voltam e nem possuem poder, nem capacidade, nem permissão, nem possibilidade de retorno, nem meios de se comunicarem com os vivos e nem de retornarem a este mundo.

Jesus ressalta  o “abismo intransponível”, que se refere ao fato de Deus, seus anjos e santos estarem nas nuvens vendo a Terra incendiada,  queimar os ímpios e os demônios (II Pedro 3:5-13).

Quando a pessoa morre (falece, expira), o seu fôlego de vida (Gênesis 2:7 e 7:22, I Reis 17:17) desaparece e o seu corpo entra em processo de putrefação  e “que há um grande  abismo entre os vivos e os mortos“.

Lucas 16:26 (26 “E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá, passar para cá”).

E também,  quando diz em Hb 9 : 27 “ao homem está ordenado morrer uma só vez , vindo o juízo“.

Mais do que nunca, hoje,  quando  precisamos de vozes e posicionamentos  corajosos  e de autoridade, que alertem os cristãos distraídos, que se deixam levar e se envolver “em nome do modernismo”.

Não precisamos de nenhuma ótica espiritual para interpretar tais símbolos, porque eles são claros e  tem cada qual seu significado bem explícito. Em uma mistura de terror com brincadeira, as  fantasias  de personagens assustadores,  (existem dos já citados  macacões para bebês até as camiseta com caveira, etc. ), que quebram princípios bíblicos como atuação de  bruxas que representam a prática de bruxaria= feitiçaria, condenadas em  (Deuteronômio 18:10-12).

Quando alguém se envolve em feitiçaria, está se opondo a Deus. Caveiras, que andam e falam, e atuação de mortos, que “ surgem “, quebram outros princípios bíblicos como nos  diz a Palavra: “E, assim como aos homens está ordenado morrer uma só vez, vindo, depois disso o Juízo”, Hb 9 :27.

A presença de magia, adivinhadores,  cartomancias , zumbis, vampiros, caveiras  (que trazem a marca do espírito de morte, não podem vestir seus filhos, representam o espírito maligno de encantamento ( At 13:6 e 10, leia) e de adivinhadores ( Atos 16:16 e 18, leia tb) ,que trazem não só um terror, mas que acompanham os que se deixam participar, através de seus elementos tenebrosos e personagens malignos.

Da mesma forma, acontece no dia a dia, através de muitos filmes de terror, tanto os  infantis  com os genéricos, com sua permissão, entram em nossas casas  a citar  Harry Potter, Squid Game (você conhece?) Precisa conhecer a carga maligna que carregam!

Você tem acompanhado o  que o seu filho tem assistido? Se você  não tem tempo de se sentar com seu filho para ministrar com ele, não o jogue em frente de qualquer tela.

Nem tudo que se apresenta em forma de desenho é infantil e nem sempre  saudável para crianças!

Afinal, seu filho é precioso e não um alvo. Diferente do que muitos acreditam, a data comemorativa não foi criada nos Estados Unidos e sim, na Europa, exatamente na Irlanda.

O evento surgiu através de uma celebração, realizada pelo povo Celta, como o Festival Samahain, que cultuava o Rei dos Mortos, onde declaravam que os mortos e os espíritos malignos despertavam para atormentar os vivos. Mas veio uma grande fome na Irlanda em 1845 e diversos habitantes do país tiveram de imigrar para os Estados Unidos. Algum tempo depois, em 1870 já se tinha registros da festividade na América.

Esse texto é para alertar!

Se acham que essas fotos (LINK DE ACESSO) são pesadas  demais, saibam que mais pesado ainda é a realidade de viver e comemorar  o Dia de Halloween!

Não devemos brincar com o  mundo espiritual.

Aquilo que o homem  semear, certamente colherá. A mim, não me importam as curtidas ou compartilhamentos.

Eu me importo com o coração, que será tocado  e receberá  uma mudança.

Eu me importo em ser   Atalaia! “Que Ele cresça e eu diminua“.

Não tente fazer seu “próprio” e “gracioso”   Halloween, porque não se consagra o Profano!

Sim,  rejeite tudo, que venha disso, porque Deus também rejeitará! Há muitas brincadeiras  para fazer com as crianças! 

SOS, adolescentes: analisem o que vocês vestem! Deixo para todos nós o Sl 91. Ensinar é meu dever, escolher é seu direito.

Que o Senhor nos  guarde!

-

Apóstola Elizabeth Brum